Arquivo da categoria: Plano Decenal de Educação – 2011/2020

12º Fórum Nacional do Ensino Superior Privado Brasileiro – A próxima década na educação superior.

12º Fórum Nacional do Ensino Superior Privado Brasileiro – A próxima década na educação superior.    Os sistemas de educação superior passam por uma série de mudanças que são resultados da dinâmica da sociedade. Há uma crise do conceito tradicional de instituição de educação superior que exige a elaboração de um novo modelo de IES e de organização do próprio sistema de educação superior. Torna-se imprescindível criar novas formas de pensar e alternativas para que as IES possam responder com qualidade às demandas da sociedade do conhecimento, aos processos de internacionalização e globalização, ao uso tecnologias da informação e comunicação, ao avanço do mercado universitário, à demanda pelo acesso, à mudança dos parâmetros de gestão das pessoas, à necessidade de ampliar o financiamento, à mudança do perfil das pessoas que ingressam no ensino superior e às exigências dos empregadores. O Brasil precisa pensar a próxima década da educação superior e elaborar um projeto capaz de afrontar os desafios do século XXI. Por isso, não basta acompanhar as mudanças, é preciso desconstruir, criar e inovar…. mais »

Anúncios

Síntese do III Congresso do Ensino Superior Particular e íntegra da Carta de Florianópolis


PRÓ-TEXTO DA REVISTA LINHA DIRETA – ORGANIZADORA DO III CONGRESSO DO ENSINO SUPERIOR PARTICULAR
Artigo: Entre o sim e o não, existe um vão.

Para ler toda a matéria copie e cole o link abaixo:

https://ces3.wordpress.com/2010/05/27/sintese-do-iii-congresso-do-ensino-superior-particular-e-integra-da-carta-de-florianopolis/

Por Maria Carmem Tavares Christóvam – Administradora do Fórum Acadêmico
Consultora para o Ensino Superior da Linha Direta http://www.linhadireta.com.br
Diretora da Gênesis Consultoria Educacional – http://www.genesisedu.com.br

Propostas apresentadas por Maurício Garcia vice presidente da DeVry Brasil – PDE

Colegas

Essa semana estarei em Brasília como debatedor em uma mesa redonda sobre o PNE. O evento está sendo promovido pela FUNADESP e na mesa, além de mim, estará o Paulo Barone, presidente do CNE.

Vou apresentar as seguintes propostas:

Propostas para estimular o crescimento de matrículas no setor privado

Financiamento
Prouni x novas isenções
Uso do FGTS para financiamento estudantil
Garantias oficiais para empréstimos bancários

Desregulamentação
Portaria 10: retirar regras restritivas para autorização de cursos
Eliminar limitação acesso aos FIES e BNES conforme a avaliação
Agilizar processos de credenciamento de novas IES
Agilizar processos de autorização de novos cursos para faculdades

Propostas para estimular o crescimento de matrículas no setor público

Criar novos modelos de IES federais (93% dos alunos de IES federais estudam em universidades).
Ampliar orçamentos através da cobrança de mensalidades.
Aumentar a eficiência das IES públicas, melhorando os indicadores alunos/professor e R$/aluno.

Propostas para estimular a melhoria da qualidade da Educação Superior brasileira

Elaborar indicadores absolutos de qualidade e compará-los ano a ano, por área, por região, etc…
Analisar quais variáveis impactam na melhoria do desempenho acadêmico do aluno.
Criar dispositivo legal que determine que alunos com mau desempenho no ENEM tenham que fazer 1 ano a mais, de nivelamento
Criar um programa nacional de capacitação e reciclagem docente para o magistério superior
Criar material didático para disciplinas e áreas com maior dificuldade de aprendizagem

Os que quiserem receber o arquivo com a apresentação que farei, basta enviar-me um e-mail.

Abs

Maurício Garcia, PhD
Vice-Presidente de Planejamento e Ensino
DeVry Brasil
http://www.devrybrasil.com.br

Sobre o blog

O Blog da Educação Superior Particular Brasileira foi criado a partir do III Congresso Brasileiro da Educação Superior Particular realizado no período de 15 a 17 de abril de 2010 em Florianópolis.
O tema central do evento foi discutir sobre a participação do setor privado na construção do Plano Decenal de Educação 2011/2020. Os presentes tiveram uma visão privilegiada dos problemas de Regulação, Supervisão e Avaliação do Ensino Superior Particular, pois puderam beber de muitas fontes e valorar a manifestação do discurso de cada um dos presentes.

Nos Congressos é preciso lançar novos pontos de vista que vão além do censo comum, o que fez brilhantemente vários dos palestrantes convidados para os três Congressos já ocorridos, com temas pertinentes a um mercado que representa hoje aproximadamente 75% do Ensino Superior Brasileiro.

O Fórum que elaborou a Carta de Florianópolis (pode ser lida na íntegra no site da ABMES – http://www.abmes.org) tem se configurado como agente importantíssimo, cujo propósito é de descontruir o discurso que se dá sutilmente dentro dos bastidores do MEC, na construção de políticas públicas que excluem a iniciativa privada das reflexões mais importantes pelas quais as mesmas são avaliadas.

No momento em que vários parceiros como a Linha Direta, TOTVS, ABMES, SEMESP, ANUP, ANACEU e ABRAFI mobilizam centenas de mantenedores da iniciativa privada, tirando-os da posição de coadjuvantes para serem protagonistas das reflexões contemporâneas ganhamos força nesse cenário. A partir desse blog sugerimos a cada mantenedor, gestor, docente, pesquisador e demais colaboradores a postagem de suas reflexões, denúncias, descontentamentos que nos servirá de base para aprimoramento de nossas ações.
Desejando a todos o êxito que pretendo alcançar, despeço-me.

Profa. Maria Carmem Tavares Christóvam é Diretora da Gênesis Consultoria Educacional – http://www.genesisedu.com.br
Consultora para o Ensino Superior do Projeto Linha Direta desde 1997 – Organizador dos Congressos da Educação Superior Particular Brasileira – http://www.linhadireta.com.br
(11) 50832728
(11) 81453354